folder Filed in Quadrinhos, SteamPunk
Lady Mechanika - novo quadrinho SteamPunk
Assesoria comment 0 Comments access_time 4 min read

Batizada Lady Mechanika pelos tablóides, ela é a única sobrevivente da chacina de três anos que um assassino psicótico derramou sobre Londres na virada do século. As autoridades a encontraram trancada em um laboratório abandonado, entre um sem-número de cadáveres e pedaços de corpos mutilados, seus braços e pernas haviam sido amputados e substituídos por misteriosos implantes tecnológicos.

Sem lembranças de seu tempo de cativeiro, ou de sua vida antes de ser capturada, Lady M. Eventualmente constrói uma nova vida para si, usando suas curiosas e únicas habilidades recém-descobertas. Ela começa a auxiliar a polícia a resolver casos estranhos, acontecimentos que pessoas normais não conseguem compreender ou aceitar, mistérios que mesmo não sendo sempre sobrenaturais, não aparentam ser oriundos deste mundo. Mas seus serviços como detetive não a impedem de continuar a buscar pistas sobre seu próprio passado e sua identidade.

Essa é a primeira incursão de Joe Benitez, o incrível ilustrador de “Soulfire” e “Wraithborn”, na criação de roteiros, embora não seja a primeira personagem autoral dele (em 2005, o artista criou o título “Wraithborn”, para o selo Wildstorm, o qual ele retém os direitos e pretende dar continuidade em um futuro próximo). Mesmo sendo sua primeira tentativa como roteirista, Benitez afirma não sentir hesitação alguma quanto ao caminho pela frente, e sente que tem sua história para contar, e seus personagens para mostrar; a diferença é que desta vez não existem intermediários que o alertem se algo estiver ruim ou não funcionar direito “Com Lady M. eu tenho a palavra final, então é melhor eu fazer direito” diz o artista. O processo de criação também sofreu uma mudança, afirmou Benitez, que antes costumava apenas jogar suas ideias nas mãos de outros e deixá-los tirar algum sentido da junção de todas elas “Agora eu tenho de ir em frente e fazer tudo sozinho. É muito satisfatório quando as peças começam a tomar forma. É estressante, mas prazeroso. Espero ser capaz de produzir uma história instigante e com personagens que o publico possa se identificar e se importar.”

Segundo Benitez, o gênero SteamPunk sempre o intrigou, mas a vontade de produzir uma história em quadrinhos nele começou a surgir em convenções, quando ele passou a ver várias pessoas em indumentária SteamPunk, os trajes e objetos produzidos pelos próprios fãs começaram a fasciná-lo, e quanto mais ele se embrenhava na subcultura e pesquisava suas origens, mais encantado ele ficava. “Sendo um artista e criador existe um ocano de possibilidades que você pode usar. Quanto mais eu pensava sobre o assunto, mais histórias se formulavam em minha mente. Tudo o que eu precisava era de uma personagem forte para ser o foco principal das minhas histórias. Eu sempre tive uma personagem feminina em mente para ser a protagonista.” acrescenta o artista, que não tem nenhum problema em definir sua personagem como uma “heroína SteamPunk”.

A história de 13 páginas no especial #0 de Lady Mechanika, distribuído pela Aspen Comics, apresenta ao leitor a personagem e prepara o caminho para a primeira edição do título (que inicialmente contará com 6 números). Nela, as origens de Lady M. começam a se revelar quando, em meio a uma investigação, ela se vê a caminho da pequena Satan’s Alley, cidade que encontra-se sob o cerco de uma criatura assassina de origem desconhecida. Enquanto fabricantes de armas oferecem uma recompensa pela cabeça do ser desconhecido, atraindo uma multidão de caçadores de recompensas, Lady M. encontra um propósito muito mais pessoal no caso, vendo que poderá encontrar informações que a levarão a descobrir verdades sobre quem ela foi e como se tornou o que é hoje. Mas descobrir essa cruel verdade pode não ser tão bom quanto ela imaginava.

O especial #0 de Lady Mechanika, roteirizado e ilustrado por Joe Benitez e colorizado por Peter Steigerwald foi lançado dia 8 de Setembro de 2010.

detetive joe benitez personagem polia uma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cancel Publicar comentário