Uma novidade interessante está surgindo na Internet para os apreciadores da boa leitura, uma que nasce com um pé fincado na literatura fantástica e o outro nas artes plásticas.

Apelidado de Quotidianos, o projeto surgiu com o propósito de unir diferentes vertentes da literatura fantástica [ficção cientifica, fantasia, horror e seus subgêneros], das HQs, ilustrações e artes em geral para criar um ponto de referência que se apoie nesses vários caminhos criativos, além de apresentar novos nomes ligados tanto à literatura quanto à arte. Mas o projeto quer ir além. “Mais do que apenas contar histórias e enfeitá-las com traços inovadores, o Quotidianos quer vir a público com um diferencial, quer apresentar um conceito totalmente distinto do que é feito hoje: assim, cada história, cada autor/ilustrador terá como missão buscar o mais simples e corriqueiro de seus mundos, mas não o banal no sentido depreciativo, mas aquelas histórias únicas que muitas vezes são deixadas de lado em detrimento do acontecimento maior: a visão do servo, do cuidador de dragões, do coelho fugitivo, do soldado raso, e também o experimentalismo do traço, a forma a princípio incoerente, a colagem, a arte inovadora e fora do padrão dito convencional”, diz o texto de apresentação do projeto. E continua, “O Quotidianos quer apresentar histórias/artes que primem pelo tom cotidiano, porém fantástico, que procurem valorizar o mínimo que se esconde por detrás das grandes aventuras e, a partir dele, criar uma arte totalmente inovadora, com ambas as correntes, literária e artística, devidamente bem casadas, desenho e texto soando como uma extensão/complemento um do outro”.

Com lançamento previsto para o início de março de 2013, o Quotidianos terá como casa uma plataforma on-line que unirá texto e arte para narrar essas pequenas histórias. O site terá uma frequência de publicação diária e contará com 10 duplas de artistas, sempre formadas por um escritor e um ilustrador, que ocuparão os dias da semana. Já os sábados serão reservados a escritores de FC&F especialmente convidados para dividir com os leitores, pela primeira vez, as pequenas maravilhas que se escondem por detrás de suas grandes histórias.

Segundo Rober Pinheiro, idealizador do projeto, a ideia é que o Quotidianos seja um espaço de criação e propagação para todas as formas de arte fantástica e, para isso, cada dupla terá total liberdade de criação e as histórias poderão se apropriar de todos os estilos e formatos possíveis. “Independente da forma, se um conto ou uma crônica, se um haicai, um diálogo entre o imaginado e o não-visto ou qualquer outra forma de escrita, inventada ou por inventar, o que interessa ao Quotidianos é a simplicidade do que está sendo contado, que o texto, mesmo aludindo a todos os gêneros e subgêneros da ficção especulativa, da fantasia, do horror, da ficção nova e alternativa, possa apresentar um viés único e preferencialmente voltado para as pequenas mazelas e enlevos do cotidiano”.

Entre os escritores há veteranos e novatos, fantásticos e científicos, alguns já bastante conhecidos e outros estreantes nas letras. O time é formado por Alliah, autora que lançou o recente Metanfetaedro pela Tarja Editorial, Sumaya Sarran, que tem contos publicados nas coletâneas Grimório dos Vampiros e Fragmentos do Inferno, Tânia Souza, com contos publicados em coletâneas como À Sombra do Corvo e Cursed City, ambas pela Editora Estronho, Felipe Castilho, autor do folclórico Ouro, Fogo & Megabytes [Gutenberg, 2012], Jim Anotsu, dos recentes e bastante comentados Annabel & Sarah e A Morte é Legal, ambos editados pela paulista Draco, Cirilo S. Lemos, autor que arrebatou ótimas críticas em seu livro de estreia, O Alienado, Fernando Salvaterra, que teve recentemente um conto publicado no projeto A Fantástica Literatura Queer, Osíris Reis, autor do romance de FC Treze Milênios e de contos publicados nos Volumes Laranja e Verde d’A Fantástica Literatura Queer, Cláudio Parreira, pai do ótimo Gabriel, também lançado pela editora Draco e Rober Pinheiro, que encabeça o projeto.

Dos ilustradores, estão no time Matheus A. Quinan, Carlos Cruz, Carolina Mancini, Rafael Narchi, Lucas Zavagli, Rogério Geo, Pedro Felipe, Felipe Mascarenhas e Fernando Salvaterra e Alliah em dobradinha escrita / ilustração.

Para marcar o lançamento do projeto, vai rolar uma balada literária no Espaço Terracota com música, dança, mash ups musicais, leitura dramática dos textos que comporão o site, vernissage e venda de livros e artes dos participantes.

E a partir do dia 02/03, acesse www.quotidianos.com.br pra conferir diariamente as novidades, textos e artes dessa nova iniciativa literária, algo que, pelo time e pela proposta, sem dúvida valerá muito a pena ficar de olho!

Serviço

Balada Literária de Lançamento do Projeto Quotidianos.
Data: dia 02 de março, sábado, a partir das 18h30.
Local: Espaço Terracota.
Endereço: Av. Lins de Vasconcelos, nº 1886 [próximo à estação Vila Mariana do Metrô].
Site: www.quotidianos.com.br