folder Categoria(s) Destaque, Música, Orgulho Nerd, Personalidades
Morre Michael Jackson, o "Rei do Pop"
Tita Mirra comment Comentários access_time 3 minutos

Michael Jackson faleceu nessa quinta-feira, 25 de junho, após sofrer uma parada cardíaca. Paramédicos o encontraram sem pulso em sua mansão, em Holmby Hills, e o levaram as pressas para o hospital UCLA Medical Center, em Los Angeles, mas o cantor não resistiu.

Aos 50 anos de idade, Jackson se preparava para retornar ao palcos em “This is it”, uma temporada de 50 shows na O2 Arena, em Londres, que teria início no dia 13 de julho. Perguntado sobre o título da turnê, o artista comentou que essa seria sua despedida, uma última chance concedida aos fãs já que pretendia se aposentar em seguida. Os ingressos se esgotaram poucas horas após serem colocados à venda e ingressos extras chegaram a ser disponibilizados ontem no site oficial.

Nascido nos Estados Unidos, na cidade de Gary, Michael Joseph Jackson se iniciou na carreira musical aos 5 anos de idade, no Jackson 5, ao lado de quatro irmãos mais velhos e tendo o pai Joe Walter como empresário. O menino prodígio emplacou vários sucessos no topo da parada da Billboard entre 1969 e 1970 – “I want you back”, “ABC”, “The love you save” e “I’ll be there”, só para citar alguns.

Em 1972, com apenas 14 anos, Jackson gravou seu primeiro disco solo – “Got to be there” – lançado pela Motown. Em 1979, o álbum “Off the Wall”, lançado pela Epic, teve quatro músicas no Top 10 da Billboard e duas delas, “Don’t stop ’til you get enough” e “Rock with you”, alcançaram o primeiro lugar.

Em 1982, Jackson lançou “Thriller”, o maior sucesso de toda sua carreira e o disco mais vendido da história da música, segundo dados não oficiais. O álbum ficou 37 semanas seguidas no topo da parada de vendas norte-americana, vendendo mais de 100 milhões de cópias ao redor do mundo, segundo a gravadora – no “Livro dos recordes” constam “apenas” 65 milhões de unidades – e rendendo 8 dos 13 prêmios Grammy que o cantor ganhou durante sua carreira. O clipe da faixa-título então, dispensa comentários. Com 14 minutos de duração, chegou a ser transmitido duas vezes por hora na MTV e foi um marco na história dos videoclipes (confira abaixo).
httpv://www.youtube.com/watch?v=AtyJbIOZjS8

Na discografia do “Rei do Pop” estão ainda Bad (1987), Dangerous (1991), HIStory (1995) e Invincible (2001).

Michael esteve no Brasil em três ocasiões. A primeira, em 1974, quando se apresentou com o Jackson 5 em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília e Belo Horizonte. Depois, em 93, durante a turnê “Dangerous tour”, o astro voltou a se apresentar em São Paulo em 2 inesquecíveis shows que lotaram o estádio do Morumbi (100 mil pessoas em cada noite).

A última vez foi em 1996, quando o cantor retornou ao país para gravar o clipe de “They don’t really care about us”, dirigido por Spike Lee, onde ele se apresentou com o grupo Olodum nas ruas do pelourinho, em Salvador, Bahia, e na favela Dona Marta, no Rio de Janeiro.

Nos últimos anos, o astro continuou sendo notícia no mundo todo, infelizmente não por conta de sua música. Em 1993, Michael foi acusado de abusar de um garoto de 13 anos. Dez anos mais tarde, outro menino, da mesma idade, também se declarou vítima do cantor. Em ambos os casos, ele foi inocentado das acusações.

Michael Jackson deixa três filhos, uma legião de fãs e a certeza de que a música pop perde seu maior talento.

Michael Jackson Música Rei do Pop