folder Categoria(s) Música, SteamPunk
Sugarland - O Country abraça o Steampunk
Lucas Sigaud comment Comentários access_time 2 minutos

O duo pop-country que vem sendo a sensação do momento nos Estados Unidos, Sugarland, está no estúdio trabalhando em seu quarto álbum, sem data ainda de lançamento. Isso não seria nada surpreendente, não fossem as declarações da vocalista Jennifer Nettles de que tanto o álbum quanto o tour subseqüente são inspirados pelo movimento SteamPunk!

O título, em princípio, será “The Incredible Machine” (“A Máquina Incrível”, em português), e Nettles espera que os fãs possam ouvir o novo material durante o outono do hemisfério norte (entre setembro e dezembro). Sobre a inspiração no SteamPunk, Nettles foi enigmática, descrevendo apenas como sendo “(…)emocionalmente tal qual bungee jumping e comer bolo de chocolate – aterrorizante e gratificante ao mesmo tempo”. Ah, sim.

No entanto, sobre a música em si Nettles foi um pouco além, garantindo que “não fizemos tendendo muito para baladas, apesar de gostarmos desses momentos tocantes. Os arranjos usam escolhas diferentes de instrumentação. Adorei explorar outras partes da minha voz, mais profundas, ricas, ásperas.” Talvez alguma influência SteamPunk surja aí, uma vez que a cantora chega a questionar “se há um bandolim sequer neste álbum”.

Mas não deixa de ser bem interessante a idéia de um duo pop-country como o Sugarland, que já arrebatou Grammys e totaliza quase 8 milhões de discos vendidos (somando seus três primeiros álbuns), se interessando e enveredando no estilo SteamPunk. Até o momento, os (poucos) artistas relacionados com o gênero são ou extremamente alternativos ou é o genial Tom Waits (que não deixa de ser alternativo). Ver um artista mainstream abraçar essa influência é, ao mesmo tempo, um indício da consolidação do SteamPunk enquanto movimento cultural e uma oportunidade para a divulgação do mesmo. Resta aguardar para ouvir a combinação Sugarland-Steampunk (até porque não dá para se saber que coelho sairá desta cartola), mas que gera uma grande expectativa é inegável.

Curiosidade: a banda Sugarland começou originalmente como um trio – além de Jennifer Nettles e o guitarrista Kristian Bush, fazia parte também a cantora-compositora Kristen Hall. No entanto, após ser creditada com apenas uma música no segundo lançamento da banda (intitulado “Enjoy The Ride”), Hall anunciou sua saída da Sugarland – uma grande surpresa a todos, já que o álbum foi um enorme sucesso.

bolo de chocolate jennifer nettles Música não sensao SteamPunk Sugarland